6 de mai de 2012

Funções da Linguagem Apostila e Exercícios.


FUNÇÕES DA LINGUAGEM


Para entendermos com clareza as funções da linguagem, é bom primeiramente conhecermos as etapas da comunicação.

Ao contrário do que muitos pensam, a comunicação não acontece somente quando falamos, estabelecemos um diálogo ou redigimos um texto, ela se faz presente em todos (ou quase todos) os momentos.
Comunicamo-nos com nossos colegas de trabalho, com o livro que lemos, com a revista, com os documentos que manuseamos, através de nossos gestos, ações, até mesmo através de um beijo de “boa noite”.


No ato de comunicação percebemos a existência de alguns elementos, são eles:


Elementos da comunicação




a) emissor: é aquele que envia a mensagem (pode ser uma única pessoa ou um grupo de pessoas).
b) receptor: é aquele a quem a mensagem é endereçada (um indivíduo ou um grupo), também conhecido como destinatário. 

c) canal de comunicação: é o meio pelo qual a mensagem é transmitida.
d) código: é o conjunto de signos e de regras de combinação desses signos utilizado para elaborar a mensagem: o emissor codifica aquilo que o receptor irá decodificar. 
e) contexto: é o objeto ou a situação a que a mensagem se refere.

Funções da linguagem


Funções da linguagem são recursos de ênfase que actuam segundo a intenção do produtor da mensagem, cada qual abordando um diferente elemento da comunicação. Um texto pode apresentar mais de uma função enfatizada.

1. Função referencial:
referente é o objeto ou situação de que a mensagem trata. A função referencial privilegia justamente o referente da mensagem, buscando transmitir informações objetivas sobre ele. Essa função predomina nos textos de caráter científico e é privilegiado nos textos jornalísticos.

2. Função emotiva:
através dessa função, o emissor imprime no texto as marcas de sua atitude pessoal: emoções, avaliações, opiniões. O leitor sente no texto a presença do emissor.

3. Função conativa:
essa função procura organizar o texto de forma a que se imponha sobre o receptor da mensagem, persuadindo-o, seduzindo-o. Nas mensagens em que predomina essa função, busca-se envolver o leitor com o conteúdo transmitido, levando-o a adotar este ou aquele comportamento.

4. Função fática:
a palavra fático significa “ruído, rumor”. Foi utilizada inicialmente para designar certas formas que se usam para chamar a atenção (ruídos como psiu, ahn, ei). Essa função ocorre quando a mensagem se orienta sobre o canal de comunicação ou contato, buscando verificar e fortalecer sua eficiência.

5. Função metalinguística:
quando a linguagem se volta sobre si mesma, transformando-se em seu próprio referente, ocorre a função metalinguística.

6. Função poética: quando a mensagem é elaborada de forma inovadora e imprevista, utilizando combinações sonoras ou rítmicas, jogos de imagem ou de ideias, temos a manifestação da função poética da linguagem. Essa função é capaz de despertar no leitor prazer estético e surpresa. É explorado na poesia e em textos publicitários.



     Reconheça nos textos a seguir, as funções da linguagem:


1. Ocorre quando o referente é posto em destaque, ou seja, o objetivo do emissor é simplesmente o de informar o seu receptor. A ênfase é dada ao conteúdo, às informações veiculadas pela mensagem. Os textos desta linguagem são dotados de objetividade, uma vez que procuram traduzir ou retratar a realidade. Bons exemplos da função ____________________________________são os textos jornalísticos e científicos.



2. Ocorre quando o receptor é posto em destaque, ou seja, a linguagem se organiza no sentido de convencer o receptor. Neste tipo de função é comum o emprego de verbos no imperativo e verbos e pronomes na 2° ou na 3° pessoas. Bons exemplos da função  ___________________________________são os textos de publicidade e propaganda.


3. Ocorre quando o código é posto em destaque, ou seja, usa-se o código linguístico para transmitir aos receptores reflexões sobre o próprio código linguístico. Bons exemplos da função  ______________________________________ são as aulas de línguas, gramáticas e o dicionário.

       
4. Ocorre quando o emissor é posto em destaque, ou seja, a mensagem está centrada na expressão dos sentimentos do emissor. É um texto pessoal, subjetivo. É comum o uso de verbos e pronomes em 1° pessoa e também o uso de pontos de exclamação e interjeições. Bons exemplos da função  _______________________________________ são textos líricos.


5. Ocorre quando o canal é posto em destaque. O interesse do emissor ao emitir a mensagem é apenas testar o canal, o que tem o mesmo valar de um aceno com a mão, com a cabeça ou com os olhos. Exemplos típicos da função  ______________________________________são: "alô", "pronto", "oi", "tudo bem?" "boa tarde", "sentem-se", etc.


6. Ocorre quando a própria mensagem é posta em destaque, ou seja, chama-se a atenção para o modo como foi organizada a mensagem. Bons exemplos da função  ____________________________________________ são textos literários, tanto em prosa quanto em verso.


7. “O risco maior que as instituições republicanas hoje correm não é o de se romperem, ou serem” rompidas, mas o de não funcionarem e de desmoralizarem de vez, paralisadas pela sem-vergonhice, pelo hábito covarde de acomodação e da complacência.” (O Estado de São Paulo)     ____________________________


8. O verbo infinitivo



Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor; nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar ...  

(Vinícius de Morais)  __________________________________


9."Para fins de linguagem a humanidade se serve, desde os tempos pré-históricos, de sons a que se dá o nome genérico de voz, determinados pela corrente de ar expelida dos pulmões no fenômeno vital  da respiração, quando, de uma ou outra maneira, é modificada no seu trajeto até a parte exterior da boca." (Matoso Câmara Jr.) ______________________________________


10. " - Que coisa, né?
           - É. Puxa vida!
            - Ora, droga!
            - Bolas!
           - Que troço!
           - Coisa de louco!
            - É!" ________________________________________




11.  "Fique afinado com seu tempo. Mude para Col. Ultra Light." ____________________________




12.  "Sentia um medo horrível e ao mesmo tempo desejava que um grito me anunciasse qualquer acontecimento extraordinário. Aquele silêncio, aqueles rumores comuns, espantavam-me. Seria tudo  ilusão? Findei a tarefa, ergui-me, desci os degraus e fui espalhar no quintal os fios da gravata. Seria  tudo ilusão?... Estava doente, ia piorar, e isto me alegrava. Deitar-me, dormir, o pensamento embaralhar-se longe daquelas porcarias. Senti uma sede horrível... Quis ver-me no espelho. Tive preguiça, fiquei pregado à janela, olhando as pernas dos transeuntes." (Graciliano Ramos) ______________




13. " - Que quer dizer pitosga?
        - Pitosga significa míope.
        - E o que é míope?
        - Míope é o que vê pouco." _______________________________ 




2) Estabeleça a relação:



1. Emotiva
2. Referencial
3. Poética
4. Conativa
5. Metalinguística
6. Fática



(     ) Emissor
(     ) Contexto
(     ) Código
(     ) Destinatário
(     ) Mensagem
(     ) Canal de comunicação



3) Leia o texto a seguir e indique a função da linguagem predominante:



Atribui-se a invenção da acentuação ao gramático de Alexandria chamado Aristófanes de Bizâncio (120 a. C.)



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________





4) Qual é o objetivo da utilização da função conativa no nome da revista a seguir? Explique.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



5) Leia o texto a seguir e diga qual é a função da linguagem utilizada no texto em destaque:



“Dizem que sou louco”
Dizem: oração principal
Que sou louco: oração subordinada substantiva



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________





6) Explique a função metalinguística no texto a seguir:



- Você vai roer uma pupunha.
- O que é pupunha?
- É dar duro.



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________









Observe e responda o que se pede:



7) Explique o emprego da função poética no texto a seguir:



O não me irrita
O sim me excita



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________





8) Assinale a alternativa que apresenta a função da linguagem no texto abaixo (pode ser mais de uma):

Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e o bom branco
Da Nação Brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro

(Oswald de Andrade)



A) Metalinguística
B) Referencial
C) Fática
D) Poética
E) Conativa



9) Assinale a opção que apresenta a função da linguagem predominante nos fragmentos a seguir:

Sentavam-se no que é de graça: banco de praça pública. E ali acomodados, nada os distinguia do resto do nada. Para a grande glória de Deus.

Ele: – Pois é.
Ela: – Pois é o quê? 
Ele: – Eu só disse pois é.
Ela: – Mas “pois é” o quê?
Ele: – Melhor mudar de conversa porque você não me entende.
Ela: – Entender o quê?
Ele: – Santa Virgem, Macabéa, vamos mudar de assunto e já.



A) Poética
B) Fática
C) Referencial
D) Emotiva
E) Conativa













O texto a seguir refere-se às questões



- Pai……..
- Hummmmm?
- Como é o feminino de sexo?
- O quê?
- O feminino de sexo. 
- Não tem.
- Sexo não tem feminino?
- Não.
- Só tem sexo masculino?
- É.Quer dizer,não.Existem dois sexos.Masculino e Feminino.
- E como é o feminino de sexo?
- Não tem feminino.Sexo é sempre masculino.
- Mas tu mesmo disse que tem sexo masculino e feminino.
- O sexo pode ser masculino ou feminino.A palavra “SEXO” é masculina.O SEXO masculino,o SEXO feminino.
- Não devia ser “A SEXA”?
- Não.
- Por que não?
- Porque não!Desculpe.Porque não.”SEXO” é sempre masculino.
- O sexo da mulher é masculino?
- É.Não!O sexo da mulher é feminino.
- E como é o feminino?
- Sexo mesmo.Igual ao do homem.
- O sexo da mulher é igual ao do homem?
- É.Quer dizer…Olha aqui.Tem o SEXO masculino e o SEXO feminino,certo?
- Certo.
- São duas coisas diferentes. 
- Então como é o feminino de sexo?
- É igual ao masculino.
- Mas não são diferentes?
- Não.Ou,são!Mas a palavra é a mesma.Muda o sexo,mas não muda a palavra.
- Mas então não muda o sexo.É sempre masculino.
- A palavra é masculina .
- Não.” A palavra” é feminino.Se fosse masculino seria “o pal…”
- Chega!Vai brincar ,vai.
O garoto sai e a mãe entra.O pai comenta:
-Temos que ficar de olho nesse guri…
- Por quê?
Ele só pensa em gramática.



(VERÍSSIMO, Luís Fernando. Comédias para se Ler na Escola)





10) Aponte os trechos em que se empregou a função fática.



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________







11) Qual o significado da expressão “ficar de olho”, presente na antepenúltima fala? A que nível de linguagem pertence tal expressão?



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________





12) Sobre o que se sustenta o humor do texto?



________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



Observe, a seguir, a gravura de Escher:


Na linguagem verbal, exemplos de aproveitamento de recursos equivalentes aos da gravura de Escher encontram-se, com frequência:

A) Nos jornais, quando o repórter registra uma ocorrência que lhe parece extremamente intrigante.
B) Nos textos publicitários, quando se comparam dois produtos que tem a mesma utilidade.
C) Na prosa científica, quando o autor descreve com isenção e distanciamento a experiência de que trata.
D) Na literatura, quando o escritor se vale das palavras para expor procedimentos construtivos do discurso.
E) Nos manuais de instrução, quando se organiza com clareza uma determinada sequência de operações.